Pular para o conteúdo principal

Administradores do conhecimento

Que me perdoem os médicos, os bombeiros, engenheiros, arquitetos. Que me perdoem os políticos, garis, mecânicos, técnicos, mas não posso omitir, nem tampouco deixar de relatar o papel incondicional daquele que na sua limitação acorda todos os dias para combater a mídia, as tecnologias e todas as forças contrárias ao conhecimento. Aquele que muitas vezes realiza todas essas funções em seu horário de trabalho e infelizmente na maioria das vezes não é reconhecido.
Aquele que leciona carrega consigo o dom da experiência, da aprendizagem e da incansável busca do saber, ensinar é uma arte tão sublime que move nações, forma opiniões e principalmente escreve junto com o aluno, o futuro. O que seria de nós se não fossem estes mestres, dignos de aplausos, porém o mundo nega, não reconhece seu devido valor.
Lembro-me perfeitamente das primeiras palavras pronunciadas, das primeiras vogais, operações efetuadas e textos que se eternizam no mundo do conhecimento. O ser professor não é jogar uma bomba de assuntos sobre um estudante, mas é ter a capacidade intelectual de ajuda-lo a administrar os conhecimentos adquiridos.
Como sou grato as inúmeras reclamações, advertências e castigos por vezes até injustos, mas com certeza devo muito àqueles que passaram por minha trajetória. É impressionante, como esta classe marca a história de um povo, no Japão, o único profissional que não precisa se curvar diante do imperador é o professor, pois segundo os japoneses, numa terra que não há professores não pode haver imperadores.
Eis a importância do formador de profissões, realidade ainda muito distante no Brasil, a relação política dos mestres não é a das melhores, vivemos numa desestabilidade na educação, não há infraestrutura, não há condições de trabalho, nem muito menos um salário digno à classe, entretanto tenho total convicção: no dia que melhorarmos estes fatores da educação, progrediremos na saúde, na política, na segurança....
O ser professor hoje é ser pai, mãe, amigo, irmão, é criar um laço fraternal com o aluno, é estar presente na vida daquele que futuramente desbravará novos horizontes sobre conhecimentos aprendidos, é viver cada momento, cada conquista com o aluno e ficar atento, de prontidão para qualquer deslize que possa aparecer. É corrigir para que possamos aprender e o mais importante despertar no aluno o desejo de acertar sem ter medo de errar.
A estes, minhas singelas congratulações.
Feliz dia dos professores!

(Luis Felipe)

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Frase Reflexiva: Ariano Suassuna

O justo e o justiceiro - Padre António Vieira

Que os juízes hão de ser humanos; por isso não veem Cristo julgar em quanto Deus, senão em quanto homem. A humanidade é o realce da justiça: entre o justo e o justiceiro há esta diferença - ambos castigam, mas o justo castiga e peza-lhe; o justiceiro castiga e folga. O justo castiga por justiça, o justiceiro por inclinação: o justo com mais vontade absolve, que condena; o justiceiro com mais vontade condena, que absolve. A justiça está entre a piedade e a crueldade: o justo propende a ser piedoso; o justiceiro para ser cruel. (Padre António Vieira)

Reflexão Bíblica: Tempo para tudo

       Para tudo há um momento e um tempo para tudo o que se deseja debaixo do céu: Tempo de nascer e tempo de morrer, tempo de plantar e tempo de arrancar plantas, tempo de matar e tempo de curar, tempo de destruir e tempo de edificar, tempo de chorar e tempo de rir, tempo de lamentar e tempo de dançar, tempo de atirar pedras, e tempo de ajuntá-las, tempo de abraçar e tempo de evitar o abraço, tempo de procurar e tempo de perder, tempo de guardar e tempo de atirar fora, tempo de rasgar e tempo de coser, tempo de calar e tempo de falar, tempo de amar e tempo de odiar, tempo de guerra e tempo de paz. (Eclesiastes 3, 1-8)