Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de 2019

Cortês: Emancipação Política, um horizonte...

Engana-se quem pensa que a Emancipação Política de Cortês, que hoje celebramos seu sexagésimo sexto ano, já é uma realidade em nosso município. O que fizeram os vereadores cortesenses na Câmara de Amaraji, culminando no projeto elaborado na Assembleia Legislativa que erigiu Cortês e outros 11 municípios a 29 de dezembro de 1953, foi somente, e tão somente o início da busca de nossa autonomia política, que por ora ainda é nosso horizonte. Deste modo, estamos nos emancipando... Não somos emancipados, no sentido estrito da palavra latina ‘emancipacio’, que quer dizer tornar-se livre. Na medida em que, nosso povo se vê refém das mesmas elites políticas que nos governam nestas quase sete décadas e as mesmas famílias que trabalham para se perpetuarem no poder local. De igual modo, quando sem perspectiva, assistimos a migração em massa de nossos munícipes, na maioria jovens, para as grandes cidades, pela ausência de emprego, porque não modernizamos nossa indústria. Nossas elites, infeliz

Docência e(é) sacerdócio

Na noite da última quarta-feira de fevereiro, dia 27, recebemos o grau de licenciados em História pela UFPE. Embora exaustivo, os ritos são bastante significativos na vida em sociedade, demarcam o fim de uma trajetória e o início de uma outra, possuem um caráter de ruptura e, por que não dizer, mágico. A presença dos familiares, amigos e professores, o vestuário, o juramento e a recitação das orações são pedagógicas ao nos ensinar que somos a partir de então profissionais na área que escolhemos ser. Diria que a noite foi cinematográfica, em todos os sentidos, tanto pelas lentes das câmeras e Smartfones, que nos perseguiam a cada instante, quanto pelos flashes, que nós formandos fazíamos desde que chegamos no local da cerimônia, sobre nossa trajetória na universidade. A presença de nossos pais, o reencontro com amigos do início do curso, as histórias lembradas figurou um ambiente fértil para rememorarmos o que vivemos nos quase cinco anos da graduação. Certamente, a cerimônia proporcio